ALTERAÇÃO DO ENDEREÇO

domingo, 21 de setembro de 2008

32 mil centenários no Japão

Há dias foi anunciado em Tóquio que no Japão existem, actualmente, 32.276 pessoas com mais de 100 anos.
A notícia lida na calma domingueira possivelmente vai suscitar exclamações do tipo “ formidável “, “ que maravilha”, “agora sim”, etc...
Sem querer perturbar os prazeres do Domingo, lanço esta questão : será mesmo assim ?...
Será que o futuro vai ser formidável, será que vai ser maravilhoso, com a esperança de vida a aumentar da forma como está a aumentar actualmente ?
Claro que pode ser maravilhoso vivermos, pelo menos, mais 25 anos do que o que poderíamos esperar. Mas, teremos condições para isso ?

Este, certamente, será um tema interessante para ser desenvolvido pelos sociólogos e pelos filósofos que frequentam este blogue.

Mas o vulgar dos mortais, depois de lhe passar a alegria de verificar que pode viver mais uns anitos, apesar dos seus raciocínios não serem muito elaborados, não poderá evitar de ficar inquieto quando no seu espírito começarem a surgir certas dúvidas.
Se as pessoas vão estar mais 25 anos a receberem pensões, como vai ser, então, com as reformas ?
Como reagirá o nosso sistema de segurança social se com uma esperança de vida de 75 anos já abanou e não nos dá nenhuma garantia de que dentro de 20 anos as pensões de reforma possam ser pagas ?
Como vai funcionar o mercado de trabalho ?
Para evitar o pagamento de pensões em prazos tão dilatados, aos governos só restará aumentar a idade da reforma.
Mas se se aumentar a idade da reforma as necessidades do mercado de trabalho irão diminuir e os jovens terão maior dificuldade em conseguir emprego.
A quantidade de pensionistas aumentará e a de desempregados também.
Como se vai conciliar estes dois vectores ?

É hora de os políticos acordarem e começarem a mostrar do que são capazes e dedicarem o tempo que hoje perdem a discutir o sexo dos anjos à estruturação do futuro dos nossos filhos.

2 comentários:

Arnaldo Norton disse...

Comentários publicados no "Nova Águia"


lara disse...
Em nome das reformas a eutanásia em decreto aos 75 anos para todas as pessoas do planeta?

22 de Setembro de 2008 1:34


Arnaldo Norton disse...
Lamento mas tenho de lhe dizer que não leu o texto com a necesária atenção.Nele defendo a criação de medidas que evitem,precisamente, aquilo que com um certo humor duvidoso mencionou.

22 de Setembro de 2008 16:05


lara disse...
Suposição sua, li com atenção a parte informativa ao dispor de quem procure, mas não concordo com as suas ilações. Não é neste blogue permitido discordar sem que nos passem um atestado de estupidez?

22 de Setembro de 2008 19:17


lara disse...
Desculpe, as suas 'questões', porque você não propõe nada, deixa o trabalho de criar medidas para terceiros.

22 de Setembro de 2008 19:19

Arnaldo Norton disse...

Resposta a LARA.

Tinha pensado em responder ao seu comentário no mesmo tom desabrido que utilizou, não só neste como no que escreveu acerca do meu texto “32 mil centenários no Japão”, mas ao ler os seus comentários ao texto de Paulo Borges de mudei de ideias porque, curiosamente, compartilho parte deles.
Não há dúvida que este blogue, às vezes, fica muito estranho e mais parece uma feira de vaidades ou o escaparate duma livraria, do que um blogue onde se deveriam debater ideias de forma construtiva.
Assim, gostaria de lhe pedir que me dissesse, sinceramente, se os comentários que tem feito aos meus textos lhes são dirigidos ou mais ao critério que impera no blogue.