ALTERAÇÃO DO ENDEREÇO

sábado, 31 de outubro de 2009

-" A Marca da Besta e os Quatro Cavaleiros do Apocalipse "

Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse modernos andam pela América Latina e seus nomes ligados às fortes pretensões de perpetuação no poder revelam-nos.
E sendo oriundos da classe proletária no final da idade negra não deixam mesmo dúvidas do que pretendem, e ao que vieram...

Principalmente no momento em que o reinado da besta e o 666 escrito na testa com todas as letras e números, principalmente números, os produtos dos institutos de pesquisa...

( continua em
"Rosa dos Ventos" « http://rosadosventos2.blogspot.com/ » )

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

-" Para Meditar em Sol Maior..."

O Brasil é lindo, ainda.
“Bene”, ou melhor o seu Bene, um senhor de 51 anos chamado Benedito sem um tostão no bolso, nem ele nem a família, fazendo parte de uma encenação para o programa “lata velha” do Luciano Huk, do Caldeirão revelou uma alma linda, maravilhosa, cristalina e pura...
Além de se ter revelado um excelente cantor. Luciano ficou maravilhado com ele.
E eu também e me lembrei do lula da silva. Aliás, tudo que é bom bem e belo me lembra o seu oposto, e lula da silva como sua expressão mais legítima.

( continua em
"Rosa dos Ventos - Editor" « http://rosadosventos2.blogspot.com/ »

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

-" Vozes de burro não chegam ao céu"



Adjectivos são fáceis de encontrar !... Ignorante, estúpido, mentecapto, faccioso, etc. etc. Mas contra isso nada podemos fazer. Cada um é como é.

O vídeo, o pedido de desculpas, os comentáriosa justificando a incapacidade mental… nada disso tem importância. São somente prova de que se pode ser, ao mesmo tempo, célebre e estúpido.

A parte importante da questão é a atitude da produção do programa e os motivos pelos quais puseram o vídeo no ar.
Sobre isto é que se deve reflectir e questionar a posição das emissoras de televisão brasileiras que emitem em Portugal.

sábado, 10 de outubro de 2009

-" O coração de D. Pedro I, do Brasil, IV de Portugal


O coração de D. Pedro encontra-se depositado na Igreja da Lapa numa urna cujas chaves estão oficialmente guardadas no Gabinete do Presidente da Câmara Municipal do Porto

A urna onde se encontra o coração do monarca guerreiro, foi feita à imagem e semelhança da urna original, que também se encontra em exposição na Lapa, e que o transportou de barco desde Lisboa até ao Porto em 1835.
O coração está, devidamente, conservado em formol e formatado por um fio invisível que o mantém quase intacto e na sua forma original.
O coração de D. Pedro é observado com uma periodicidade de cerca de dez anos para verificação do seu estado de conservação, como aconteceu este ano... ( continua )

( Texto integral em « http://rosadosventos2.blogspot.com »

(Texto adaptado a partir de material enviado por Carlos Jorge Mota retirado da revista da CMP)


video



quinta-feira, 8 de outubro de 2009

-" Uma poesia genial de Clarice Lispector "

VEJAM O TALENTO DE CLARICE LISPECTOR E A RIQUEZA DA LÍNGUA PORTUGUESA

Esta poesia sendo lida do modo normal tem um determinado sentido. Lida de baixo para cima adquire um sentido totalmente inverso ; sem qualquer alteração de palavras ou de pontuação.
Esta mulher era dona de uma genialidade assombrosa.


Não te amo mais.
Estarei mentindo se disser que
Ainda te quero como sempre quis.
Tenho certeza de que
Nada foi em vão.
Sei dentro de mim que
Você não significa nada.
Não poderia dizer nunca que
Alimento um grande amor.
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci!
E jamais usarei a frase
EU TE AMO!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade:
É tarde demais...


Leia, agora, de baixo para cima.!...

Clarice Lispector, é uma poetisa brasileira ( 1920 – 1977 ) , escritora e jornalista, de extraordinário talento. A ela muito se deve a evolução da literatura no seu país.
Na II Guerra Mundial, apesar de esposa de um diplomata, foi voluntária, como enfermeira, ao serviço do Corpo Expedicionário Brasileiro.

É, sem dúvida um dos pilares que honram a literatura lusófona,

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

-" Recordemos Amália "

Faz amanhã 10 anos que ela faleceu mas não nos deixou ; continua a ser a inconfundível e incomparável Amália Rodrigues.
Uma pequena homenagem recordando-a a cantar um soneto de Luíz de Camões com música de Alan Oulman