ALTERAÇÃO DO ENDEREÇO

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

-" Vozes de burro não chegam ao céu"



Adjectivos são fáceis de encontrar !... Ignorante, estúpido, mentecapto, faccioso, etc. etc. Mas contra isso nada podemos fazer. Cada um é como é.

O vídeo, o pedido de desculpas, os comentáriosa justificando a incapacidade mental… nada disso tem importância. São somente prova de que se pode ser, ao mesmo tempo, célebre e estúpido.

A parte importante da questão é a atitude da produção do programa e os motivos pelos quais puseram o vídeo no ar.
Sobre isto é que se deve reflectir e questionar a posição das emissoras de televisão brasileiras que emitem em Portugal.

4 comentários:

Julio Teixeira disse...

Quem muito cedo, segundo uma história que eu ouvi há muito tempo, teria engravidado um bairo inteiro de blenorragia, não tem moral para nada.
E a bronca, segundo a mesma históa teria sido por causa de uma das vítimas, que dera o alerta ser português.
Portugal passou a ser o membro agressor rsrsrsr...
Maitê Metê da nisso muito cedo rsrsrsr

Arnaldo Norton disse...

Júlio ! Explique lá isso melhor !..
Não tenho nada contra o passado duma pessoa, mas quando se armam em espertos e a fama lhes sobe à cabeça e se esquecem que têm rabos de palha, temos a obrigação de lhes saltar em cima, senão andam a fazer de nós parvos.
E então essa fulana que se fartou de ganhar dinheiro em Portugal, é tão estúpida que não percebeu que estava a matar a galinha dos ovos de ouro.
Agora veio com pedido de desculpa que é "pior a ememda do que o soneto".
Aguardo a sua resposta.
Um abraço.

CLICNOTÍCIAS AMAZÔNIA - AMAZONEWS CLICK disse...

É, talvez Maitê tenha, por alguns momentos, esquecido que estava em Portugal e praticado um ato comum no Brasil: a falta de educação do povo em via pública.
Mas, bem que podemos aplicar aqui a filosofia do caôlho que diz: "Veja tudo pelo lado bom". Assim, a fonte onde Maitê cuspiu pode se tornar ponto de atração turística.
Acreditem, com certeza no Brasil, isto já teria acontecido, com direito a destaque em todos os canais de TV, repórteres fazendo externas direto do local, entrevistando visitantes, ouvindo especialistas em obras de arte, em posicionamento para cuspir, em moda (para saber se a atriz estava vestida adequadamente). Psicólogos seriam entrevistados para justificar o ato (e teriam justificativa), etc.
Pode não ser uma boa referência para nossa patrícia, mas com certeza vai dar audiência no Brasil e em Portugal. E audiência em TV é preciso. Educação não é preciso.

Anónimo disse...

Good brief and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Say thank you you as your information.