ALTERAÇÃO DO ENDEREÇO

terça-feira, 26 de agosto de 2008

LIGA DOS COMBATENTES

Em Outubro de 2007, foi celebrado, entre o Instituto de Defesa Nacional, da Guiné-Bissau, e a Liga dos Combatentes, de Portugal, um protocolo que tem por finalidade a recuperação e manutenção, com dignidade, dos espaços onde se encontram inumados militares que combateram por Portugal.

Finalmente houve alguém que se recordou que o Exército Português não era constituido só por militares oriundos do território europeu.

Uma das maiores vergonhas que Portugal arrasta consigo, é a indiferença com que tem tratado os militares da Guiné-Bissau, de Angola e de Moçambique que combateram nas suas fileiras. Os que não foram assassinados, após as Independências, vivem, na grande maioria, nas piores condições.

Tão genial e bem sucedida foi a ideia, que um cemitério e sua capela já foram recuperados, que está em vias de concretização um Monumento ao Soldado Desconhecido, guineense e português, e a formação de técnicos guineenses na área de arquivos históricos e bibliotecas.

Quero, ainda, deixar ficar registado, que existe a Associação de Ex-Militares das Forças Armadas Portuguesas, constituida por guineenses!

Grande serviço está a prestar a Liga dos Combatentes à Lusofonia.

Esta, meus Senhores, é uma das formas mais sólidas de se fortalecer a CPLP.

1 comentário:

Arnaldo Norton disse...

Resumo dos comentários publicados sobre o assunto no blogue "A Nova Águia":

Renato Epifânio disse...
Assino por baixo. Com o poema acima publicado...

Abraço MIL

26 de Agosto de 2008 17:36


Klatuu o embuçado disse...
De suma importância!

Bem hajam!

28 de Agosto de 2008 13:48