ALTERAÇÃO DO ENDEREÇO

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

-" Em homenagem aos bombeiros ...

... uma imagem comovente que nos leva a acreditar na bondade do ser humano.

5 comentários:

ana p roque disse...

Há certas imagens,que nos obriga,ainda a acreditar no ser humano,por vezes são só imagens!

Sim,nossos avós,o aperto de mão,a palavra de honra,onde isso já vai.
Como se pode ensinar na escola,a ter vergonha na cara,o que significa a honra,se quem ensina,não a tem!

Cumprimentos

Arnaldo Norton disse...

Olhe que eu não tinha pensado nisso!...De facto é um assunto difícil de resolver. O defeito começa a ser de fabrico. É trágico ! ...

ana p roque disse...

O defeito não é de fabrico,ninguém nasce ensinado,o defeito,está na sociedade que na sua maioria perdeu esses valores,por conseguinte não os pode ensinar.
É trágico,mas tem solução,só que vai levar algum tempo,para que esses valores voltem a estar"digamos"na moda.Porque o problema começou precisamente por aí,a seguir ao 25 de Abril,alguns intelectuais de cabeça ôca,começaram a "apregoar"não tem outro nome,que isto e aquilo já não estava na moda,ser-se assim ou ou assado,era do tempo da outra senhora,etc...as reformas que foram fazendo no ensino...por aí fora.Ou seja a liberdade para estes senhores dava direito a tudo,até á falta de respeito,como eu ouvi da boca de muitos idiotas do MRPP,já os do MIRN tinham outra postura,só tinham um defeito bem grande o nazismo.

Arnaldo Norton disse...

Então se é uma questão de moda, como diz e com o qual eu concordo, volto à minha opinião inicial de que não precisamos de copiar nuinguém; bastará voltarmos a ser como eramos e aprendermos a separar melhor o trigo do joio. Principalmente, a identificarmos os intelectuais-de-café e a despejá-los na sargeta.
Quando eu disse que o defeito era de fabrico quis dizer, precisamente, que mesmo os pais já não têm valores para transmitirem aos filhos. E esta ausência refelete-se nos valores morais,no civismo, na cultura, na língua... enfim: minimiza tudo !
E como nós (salvo honrosas exceções) continuamos a votar, colocamos no poder quem não os tem e chegamos ao ponto em que estamos.
Esperemos pelo 26 de Abril ! ... Ou será pelo 28 de Maio ? ! ... Até já nem sei ...

ana p roque disse...

Concordo consigo,também acho que não devemos copiar ninguém,só que o português,não pensa por si,gosta sempre de imitar alguém,claro que não se pode generalizar.
Precisamente,a maioria dos pais,perdeu os valores,como o podem ensinar aos filhos.É que ter filhos hoje em dia também virou moda,isto é incrível,está tudo louco.Esta situação reflete-se a todos os níveis da sociedade.
Alguém vai querer regressar ao passado,principalmente na parte que toca aos valores morais?Quando se fala nisso a alguém respondem logo que estamos no século XXI,já não se usa ser assim.Eu continuo a pensar,que a familia,os valores do passado deviam existir,uma coisa não tem a ver com a outra,pode-se pensar daquela maneira e evoluir na mesma.É urgente separar o trigo do joio.Há muito que deixei de votar em alguém,voto!Também já não sei,26 de Abril,28 de Maio,nada muda,ou mesmo que mude,depressa volta tudo ao mesmo.O português tem uma mentalidade muito especifica!O dificil será mudar as mentalidades,e é por aí que tem de se começar.Sem isso nada feito!

Abraço