ALTERAÇÃO DO ENDEREÇO

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Baden Powell - Iemanjá

No dia 2 de fevereiro nas praias brasileiras são depositadas milhares de flores e muitas outras oferendas para o Orixá rainha do mar Iemanjá: é a tradicional Festa de Iemanjá. O curtíssimo trecho do documentário abaixo é uma homenagem e também uma forma de mostrar um pouco da grande influência da cultura africana em terras brasileiras. Saravá!



 

Música Iemanjá de Baden Powell e Vinícius de Moraes, documentário Saravah, produção Biscoito Fino, 1969
Também publicada no Blog Bar do Ossian.

2 comentários:

b disse...

Yemanjá é a "mãe de todos e a da paz".
Há muitos tipos de Yemanjá mas todas, do mar.
"Ogunté, Marabô Caiala e Sobá,
Oloxum Inaê, Janaína e Yemanjá são rainhas do mar"
Yemanjá dispõem sobre pensamento e sobre o "juízo" das pessoas.
Que te seja benfazeja.
Axé!
obs: Com excessão dos evangélicos que são uma ala mais radical, quase todo brasileiro tem 2 religiões - a de origem familiar e a macumba.
Há os enrustidos, que disfarçam, mas vão sim.
Até judeus. Já vi.
A cultura negra nos mostra uma religião politeísta e sendo assim , mais flexível e a flexibilidade é a tônica da sobrevivência razoàvelmente saudável dos brasileiros.
1 abraço.

Arnaldo Norton disse...

Sabe que eu acho que as duas religiões sobrevivem paralelamente e, até nalguns casos se sobrepõem, por uma questão de "segurança".
Pelo sim pelo não, vale mais ter as duas ... É mais reconfortante e preenche melhor o espírito !